Poupança das famílias

14-09-2017 Em Portugal, estamos em mínimos históricos de poupança do rendimento disponível das famílias, cerca de 4% do rendimento mensal.

As políticas do governo são expansionistas em reduzir os impostos, para aumentar o consumo: o que gastamos em bens e serviços das empresas, que vendendo mais bens, em princípio aumentam os lucros e contratam mais funcionários reduzindo o desemprego, o problema é que as empresas estão muito endividadas, recorrendo a crédito para operar na sua actividade, e a baixa produtividade (o que um funcionário produz em determinado tempo) não favorece o crescimento da economia.

O recurso ao crédito está muito elevado, estando mais pessoas a comprar casa, carros, e bens. Mas os bancos para emprestarem dinheiro têm também que captar poupanças, realmente é mais fácil gastar que poupar, a política europeia de injectar dinheiro está a resultar, falta saber se é para investimentos ou para se gastar.

Só o investimento é que gera dinheiro, consumir indirectamente também gera, mas gastar mais do que se recebe causa problemas por vezes difíceis de resolver.

 

antoniopereira

leave a comment

Create Account



Log In Your Account